Só sobreviveremos como espécie se a natureza puder viver

Só sobreviveremos como espécie se a natureza puder viver

Neste artigo de Miriam Prochnow, que é ambientalista, pedagoga, especialista em Ecologia Aplicada, fundadora e atual vice-presidente da Associação de Preservação do Meio Ambiente e da Vida (Apremavi) e parceira do Observatório de Justiça e Conservação (OJC), alerta para as duas mais recentes ameaças à Mata Atlântica.

A Mata Atlântica está ameaçada e precisa de você

A Mata Atlântica está ameaçada e precisa de você

A Mata Atlântica, bioma no qual vivem 145 milhões de brasileiros e um dos mais ricos em biodiversidade do mundo, está novamente ameaçada. E é inaceitável que partam do Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Sales, as duas novas ameaças à Lei da Mata Atlântica.

A sustentabilidade depois da pandemia

A sustentabilidade depois da pandemia

A pandemia da Covid-19 está mostrando que o mundo tem condições de se mobilizar para tentar evitar catástrofes. Literalmente todos os países estão se mobilizando e tomando decisões inimagináveis há poucas semanas, e o mais interessante, a maioria da população entenderam e estão participando da mobilização e dando o melhor de si para tentar superar logo e da melhor maneira possível esse flagelo.

Miriam Prochnow: três décadas de luta em defesa do meio ambiente e da vida

Miriam Prochnow: três décadas de luta em defesa do meio ambiente e da vida

Maura Campanilli entrevista Miriam Prochnow e inaugura o blog Mulheres Ativistas do Conexão Planeta. Miriam fala sobre seus propósitos e motivações. Para ela, o ativismo é cada vez mais necessário para conter as ameaças à democracia que rondam o país e, sobretudo, as ameaças climáticas, que podem comprometer o futuro em todo o mundo.

SOMOS MAIS DE 84.000 PESSOAS ENGAJADAS!

JÁ FAZ PARTE DO NOSSO TIME?

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.