Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /nfs/c12/h02/mnt/214912/domains/miriamprochnow.com.br/html/wp-content/themes/Divi/includes/builder/functions.php on line 5753
As eleições e o clima • Miriam Prochnow

No dia 8 de outubro de 2018, enquanto no Brasil ainda conferíamos o resultado da votação do primeiro turno das eleições; na Coreia do Sul, a ONU publicava o novo relatório especial do IPCC (Painel Intergovernamental de Mudança Climática), que analisa os impactos de um aquecimento global de 1,5oC e, também, a possibilidade que temos de frear o aquecimento neste limite. Os cientistas alertam que o aquecimento acima deste patamar trará consequências profundas para a saúde e o bem-estar da Humanidade, e colocará ecossistemas e a biodiversidade em risco.

E o que isso tudo tem a ver com as eleições? Tem tudo a ver, porque vamos precisar de governantes verdadeiramente comprometidos com essa questão. Para evitar a catástrofe climática, as emissões humanas de dióxido de carbono terão que cair 45% até 2030, em relação aos níveis de 2010, e zerar até 2050. E isso só será possível com mudanças sem precedentes no estilo de vida das pessoas, na mudança dos modelos de produção e consumo e no desenvolvimento de tecnologias capazes de remover CO2 da atmosfera.

Considerando-se que temos 12 anos até 2030, não se trata de um desafio trivial.

Veja quais são as atividades que mais contribuem para a mudança do clima do planeta e onde teremos que fazer as mudança sem precedentes:

  1. A emissão de gases pela queima de combustíveis fósseis, como o carvão mineral e derivados de petróleo, para geração de calor, energia elétrica e para transportes;
  2. Atividades agropecuárias, em especial a criação de bovinos e o uso de fertilizantes nitrogenados;
  3. O desmatamento de florestas;
  4. O descarte de resíduos sólidos de maneira inadequada, como em lixões.

Por isso existem os acordos internacionais, como o Acordo de Paris, assinado em 2015 por 197 países que se comprometeram em lutar contra a mudança do clima, reduzindo as emissões dos gases de efeito estufa. Por isso também existem as metas de cada país. Se nossos governantes não estiverem comprometidos com esses acordos e metas, teremos chances mínimas de vencermos as adversidades climáticas.

Abaixo uma tabela do comprometimento dos dois candidatos a Presidência da República para o segundo turno das eleições 2018. Confira e vote em quem tem compromisso com a democracia e o futuro da humanidade.