Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /nfs/c12/h02/mnt/214912/domains/miriamprochnow.com.br/html/wp-content/themes/Divi/includes/builder/functions.php on line 5753
Em boa companhia • Miriam Prochnow

Ideais de justiça social e de desenvolvimento sustentável unem a candidata ao Senado, Miriam Prochnow, aos suplentes Margarete Philippi Cecconi e Nelson Zunino Neto.

Para um Senador da REDE, estar acompanhado por bons suplentes é tão importante quanto ter uma conduta digna e apresentar propostas que estimulem o estado e o país a prosperar com sustentabilidade e justiça social. Por isso, estão ao lado da candidata ao Senado, Miriam Pochnow, os suplentes Nelson Zunino Neto e Margarete Philippi Cecconi, que trazem em suas trajetórias a experiência e a sensibilidade necessárias para a missão.

Miriam apresenta seus suplentes:

NELSON ZUNINO NETO

Nascido em São João Batista, Nelson Zunino Neto mostra sua liderança natural nas atividades da sigla em Santa Catarina, atuando como um dos porta vozes da REDE. Aos 46 anos, é casado com Suziani e tem uma filha, a adolescente Ana. É advogado, pós-graduado em Direito e Gestão Ambiental e também em Direito Eleitoral. De forte espírito democrático, tem como hábitos a leitura, o debate e o aprendizado. Destaca-se pela escrita talentosa e crítica, que o levou a atuar como colunista dos jornais Correio Catarinense, Notícias do Dia e A Crítica, sendo agraciado em 2010 pelo prêmio ADJORI/SC Jornalismo na categoria coluna.

Foi assessor jurídico de câmaras de vereadores e prefeituras municipais. É palestrante sobre reforma política, legislação eleitoral e improbidade administrativa. Participou da Comissão de Moralidade Pública da OAB/SC e de Câmara de Julgamento da OAB/SC. Foi Vice-Presidente da Comissão de Direito Eleitoral da OAB/SC. Atuou na Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol de Santa Catarina. Já exerceu a função de vereador (PPS/Rede).

É membro do Instituto dos Advogados de Santa Catarina. É Procurador-Geral da APAE de São João Batista. Também é membro fundador do movimento PLAM – Português como Língua de Acolhimento, em São João Batista em parceria com a UFSC (mais de 80 alunos haitianos). Há mais de 30 anos auxilia na constituição e organização de dezenas de associações civis esportivas, culturais e filantrópicas.

MARGARETE PHILIPPI CECCONI

Nascida em Lauro Muller – distrito de Guata, Margarete tem quatro filhas e é avó de três netos. Desde criança, teve sua atenção capturada pela desigualdade social. Da época, guarda na memória a experiência de caminhar descalça até a escola para sentir como era não ter sapatos. Formou-se  no Colégio Normal. Ainda jovem, trabalhou no Funrural e conheceu um pouco da realidade dos trabalhadores rurais.

Em 1973, casou com João Cecconi e acompanhou o marido em sua carreira profissional, frequentando algumas universidades, como a Unisul Tubarão e a UNB, em Brasília. Em Alfredo Wagner atuou como voluntária na busca de melhores condições de vida aos moradores, lutando por saneamento básico e por médico no posto de saúde. Retornou aos estudos na FUCRI, em Criciúma, e trabalhou como coordenadora do Centro de Integração e Escola –  CIEE. Morou também em Rio do Sul e Treze de maio.

Estudou Psicologia na Unisul em 1995, sendo atuante na representação dos alunos. Ao mudar para Florianópolis, cursou Filosofia na UFSC e concluiu o Curso de Pós Graduação em Filosofia Clínica. A maior parte de seu trabalho foi como voluntária engajada na busca de melhores condições da educação, saúde e saneamento básico para a população. Atuou na criação da REDE Sustentabilidade e foi candidata a deputada federal, tendo conseguido 1.391 votos em 127 municípios catarinenses em uma campanha quase sem recursos. Defende que é preciso fazer política com ética para construir um país mais justo e sustentável.